Funcionários da Emsurb reivindicam reajustes

0

Com o objetivo de reivindicar reajustes nos valores da cesta básica, funcionários da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) estarão reunidos em assembléia na tarde desta segunda-feira, 19, a partir das 17h, com possível indicativo de greve.

 

Segundo o presidente do Sindicato dos empregados da administração indireta do município de Aracaju (Seami), Teotônio Rezende Mesquita, a categoria deseja um reajuste de R$ 69 no valor do cheque alimentação e de R$ 40 no valor do cheque café da manhã. “Estamos lutando pelos nossos direitos porque os funcionários da Emurb, que estão na mesma hierarquia, ganham mais que nós nesses valores. A direção da Emsurb disse que só poderia aumentar em R$ 1,00 o cheque alimentação e  em R$ 0,90  o café da manhã, o que é uma injustiça para com os servidores da Emsurb”, afirma Teotônio.

 

Já o diretor-presidente da Emsurb, Sílvio Santos, diz que a categoria tem todo direito de reivindicar o aumento nas gratificações, mas que, neste ano de 2007, não será possível tomar nenhuma decisão devido à lei de responsabilidade fiscal. “De acordo com a lei, o município não pode ter mais de 63% de seu orçamento destinado a folhas de pagamento e nós já ultrapassamos um pouco esse valor. Em maio, houve um reajuste salarial equivalente a 3%, o mesmo que o da inflação, justamente para que não houvesse perda , mas agora, não é possível fazer nada. O novo levantamento para a avaliação dos salários será feito no início de março. A partir desta data, sim, eles poderão fazer as reivindicações”, explica Sílvio.

 

A categoria estará reunida na sede da Seami, situada à rua Enos Sadock nº 38, Bairro Suíssa.

Comentários