Funcionários da OAB reivindicam correção salarial

0
Funcionários prometem paralisar as atividades (Foto: Arquivo / Portal Infonet)

Os funcionários da Ordem dos Advogados do Brasil de Sergipe (OAB-SE) deram um prazo de três semanas para que o órgão atender as reivindicações da categoria, oucaso contrário, eles prometem paralisar as atividades. Tal decisão foi definida em assembleia dos funcionários, ocorrida na noite desta quinta-feira, dia 3.

De acordo com o diretor do Sindicato dos Servidores em Conselhos e Ordens de Fiscalização Profissional e Entidades Coligadas e Afins de Sergipe (SINDISCOSE), Igor Bayma, a categoria enviará uma carta a OAB com as principais reivindicações. “Exigimos um reajuste de 14,5% de forma linear. A OAB está dizendo que houve aumento salarial, mas não é verdade. O que teve foi promoções”, afirma.

O sindicalista ainda conta que os funcionários reivindicam o vale-alimentação de R$500, além dos uniformes para o trabalho. “Também exigimos a participação dos funcionários na revisão do plano de cargos”, acrescenta.

“Demos o prazo de 3 semanas para a OAB, caso ela não atenda os funcionários, pode ser que em uma nova assembleia os trabalhadores aprovem uma paralisação. Vai depender da resposta da OAB”, alerta Igor.

OAB/SE

A assessoria de comunicação da OAB/SE informou que o órgão divulgará uma nota de esclarecimento à imprensa na manhã desta sexta-feira, 4.

Por Geilson Gomes e Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais