Funcionários dos Correios rejeitam contraproposta

0

Os funcionários sindicalizados da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) não aceitaram a contraproposta apresentada pela empresa. No país, apenas três Estados não entraram em greve: Sergipe, Espírito Santo e Minas Gerais, além da cidade de Bauru (SP). Os sindicalistas sergipanos reclamam que não conseguem convocar a categoria para uma assembléia que deflagraria a greve.

 

Eles pedem um aumento salarial real de R$200, reposição salarial de 44,77%, referente às perdas entre 1994 e 2007, a implantação de um Plano de Cargo, Carreira e Salário e a contratação de novos funcionários. A proposta da empresa foi um aumento de R$50 a partir de janeiro de 2008, reajuste de 3,74%, aumento de R$2 no vale alimentação, vale peru de R$ 391, cesta básica de R$100 e vale transporte de R$420.

 

Segundo informações da ECT, os salários mais baixos terão reajuste entre 10,53% e 13,28%, e os salários mais altos, entre 4,36% e 6,3%. Essas propostas foram apresentadas ao comando nacional de greve, que as rejeitou.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais