Garis reivindicam direitos trabalhistas durante paralisação na Barra

Garis reivindicam direitos trabalhistas durante paralisação na Barra (Foto: Sindilimp-SE)

Os agentes de limpeza que atuam na Barra dos Coqueiros, na Região Metropolitana de Aracaju, cruzaram os braços nesta segunda-feira, 23. A paralisação de duas horas foi um meio encontrado pela categoria para chamar atenção das autoridades públicas sobre alguns problemas que os trabalhadores vêm enfrentando há algum tempo.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Limpeza Urbana de Sergipe (Sindilimp/SE), Anderson Vidal, a categoria, vinculada à empresa Via Norte, que presta os serviços de limpeza urbana na cidade, vem sofrendo recorrentemente com os atrasos do ticket alimentação e condições precárias de trabalho.

“Nós já temos conhecimento de funcionários que estão recorrendo a empréstimos para colocar comida dentro de casa, em função desses atrasos. É um comprometimento grave no orçamento familiar que tem ocorrido com frequência para esses trabalhadores. E ainda há o agravamento das condições de trabalho, com uniformes e equipamentos precarizados, ausência de insumos básicos, como água potável, e relatos de intimidação da empresa junto aos funcionários, para que as denúncias não fossem levadas adiante”, afirma o presidente do Sindelimp, Anderson Vidal.

Ainda segundo o sindicalista, foi realizada uma assembleia durante o ato de paralisação desta manhã e ficou decidido que nesta sexta-feira, 27, haverá uma nova paralisação das atividades. “Decidimos que iremos paralisar nossas funções por 4h na sexta. E caso a situação não seja resolvida de uma vez por todas nos próximos dias iremos estudar um indicativo de greve”, desabafa o presidente do Sindilimp.

Barra dos Coqueiros

Em nota, a Prefeitura informou informou que os pagamentos à empresa Via Norte estão em dia. “A atual gestão busca valorizar seus servidores, sejam eles contratados ou terceirizados, por isso entramos em contato com a direção da empresa para saber sobre as reivindicações feitas pelos funcionários que paralisaram seus trabalhos na manhã desta segunda-feira, 23”, inicia o comunicado.

De acordo com a administração municipal, a empresa informou que o ticket alimentação era para ter entrado na última sexta-feira, dia 20, o que não aconteceu devido a uma falha no sistema, mas garantiu que esse problema já está sendo resolvido e que nesta semana todos os funcionários receberão seus vales alimentação, como é de direito.

“Em relação à falta de equipamentos, o supervisor da empresa Via Norte, Daniel Campos, informa que preza pelo bem-estar de seus funcionários e que todos possuem os equipamentos básicos para exercer suas funções, tais quais protetor solar, chapéu, uniformes e garrafas com água potável, para que os servidores possam exercer o importante papel de zelar pela nossa cidade”, destacou a Prefeitura.

O Portal Infonet não conseguiu localizar o contato da empresa. Seguimos à disposição através do e-mail:  jornalismo@infonet.com.br.

por João Paulo Schneider 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais