Garota é assassinada

0

Uma garota de 10 anos faleceu na noite de ontem vítima de um tiro deferido após uma briga que pode ter sido iniciada por um policial militar. De acordo com o Capitão Eduardo, comandante da Guarda Municipal de Aracaju, o policial acusado pelo crime estava em folga no momento do crime.

Segundo Eduardo, o policial militar Gilvânio Travassos Silva é funcionário da Prefeitura de Aracaju e atualmente estava trabalhando na Guarda Municipal. “Não existem registros de prática delinqüente cometidos pelo policial”, disse o capitão.

 

Especula-se que o tiro tenha sido disparado pelo dono do bar após uma briga iniciada pelo Policial. Travassos teria agredido uma mulher e começou uma confusão em um bar da cidade. Segundo o Capitão, o policial não tinha direito de utilizar a arma por não estar em serviço.

 

A garota vítima da bala, por engano, será sepultada hoje. A mãe encontra-se sedada. O dono do bar, Adenildo Dias da Silva, está foragido.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais