Gás de cozinha está mais caro

0

A onda de aumentos – desproporcional ao salário do trabalhador brasileiro, diga-se de passagem – continua acontecendo. O mais novo reajuste aconteceu – mais uma vez – sobre o gás de cozinha, 6% mais caro e o óleo diesel em 7,8% para o consumidor e 9,5% nas refinarias. O botijão de gás de cozinha de 13 kg – que custava R$ 28,00 – passará a custar ao bolso dos trabalhadores e donas de casas, R$ 30,00 e o litro do diesel passará de R$ 1,06 para R$ 1,29. Segundo Eribaldo Andrade, presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Sergipe – Sindpese -, os proprietários de postos não têm alternativas se não repassarem o aumento para os consumidores. Eles também não se sentem satisfeitos com os aumentos, uma vez que os aumentos provocam queda nas vendas e redução na margem de lucro.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais