Gilmar Carvalho se nega a depor no caso Giuseppe

0

Gilmar Carvalho: “Não acredito em nada que o inquérito produziu até hoje”
O radialista e deputado Gilmar Carvalho (PSB) foi convocado para depor no caso da fuga do ex-policial militar acusado de assassinato Giuseppe Amaral. Mas ele já adiantou que não irá atender ao pedido da corregedoria da Polícia Militar que apura o caso da fuga ocorrida em 10 de fevereiro no Presídio Militar.

Gilmar foi convocado na condição de radialista para explicar algumas declarações que deu sobre o caso. “Não vou porque não acredito em nada que esse inquérito produziu até hoje”, declarou.

Ele afirmou que as investigações começaram erradas por que tiveram à frente o Coronel Meira, que segundo o radialista é amigo do fugitivo. Disse ainda que horas antes da fuga Giuseppe teria recebido a visita do Coronel Magno. Esses fatos segundo ele põem em cheque a confiança da PM neste caso.

“Se amanhã ou depois eu receber qualquer informação sobre a fuga não vou divulgar para não atrapalhar as investigações nem vou entregá-las ao comando da PM, vou procurar o Ministério Público”, declarou.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais