Governo vai convocar AL extraordinariamente

0

O governo do Estado deve desembolsar R$ 600 mil para convocar os deputados estaduais, através de sessões extraordinárias, para que seja avaliada mais uma etapa da reforma administrativa do Estado. Segundo o governador, o que for gasto na convocação será compensado na economia será feita após as reformas – algo em torno de R$ 2,5 milhões. A convocação já está sendo alvo de críticas. Para o deputado estadual Gilmar Carvalho, enquanto o Estado diz não ter condições de dar um reajuste substancial aos servidores, também não poderia gastar dinheiro pagando sessões extraordinárias. “A proposta deveria ter sido enviada para a Casa antes”, argumentou. Segundo o líder do governo na AL, deputado Cleonâncio Fonseca, o projeto não foi encaminhado antes por não estar concluído. Ele reforçou que a convocação visa uma economia para o Estado. “É complicado administrar quando tudo se transforma em discurso para a oposição”, diz.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais