Gratificação dos guardas municipais será debatida após festejos juninos

0

Ney Lúcio
A solicitação dos Guardas Municipais, pela gratificação por atividade de trânsito, só será debatida após os festejos juninos. De acordo com o presidente do Sindicato dos Guardas Municipais e agentes de trânsito de Aracaju (Sigma), Ney Lúcio do Santos, esta foi a proposta enviada pelo prefeito Edvaldo Nogueira e aceita pela categoria. “Estamos protocolando hoje na SMTT esta decisão e esperamos que seja dada uma solução positiva logo após a festa”, diz o sindicalista.

A proposta do prefeito foi repassada ao sindicato pelo Superintendente Municipal de Trânsito de Aracaju, Oswaldo Nascimento, em reunião que aconteceu no fim da tarde desta quinta-feira, 17. “Nela, também foi nos informado que os agentes  irão receber a gratificação de eventos no Forró Caju”, diz Ney.

Processo

De acordo com o presidente do sindicato, logo após a reunião com o secretário os agentes reuniram-se em assembléia e este tomou como surpresa que o diretor de trânsito, Major Paiva falou no rádio da SMTT (que os 104 agentes escutam) que o sindicato não havia participado da reunião com o superintendente.

“Fiquei surpreso ao saber pelos colegas que o Major Paiva teria dito no rádio que o sindicato faltou a reunião, mostrando desinteresse em resolver o problema. E que iria formar uma comissão para continuar as negociações com a prefeitura. Estamos conversando com os agentes e iremos entrar com uma ação de calúnia, pois eu estive com o secretário às 17h, como estava marcada a reunião”, conta Ney.

Major Paiva
Procurado  pela reportagem do Portal Infonet, Major Paiva, disse que desconhece tal afirmação e informou que esteve com o secretário Oswaldo Nascimento às 16h30 de ontem e que foi lhe pedido que repassasse a informação do pagamento da gratificação de eventos.  “Não sei qual interesse eu teria  em falar isso, por que não me diz respeito. Não estou entendendo a denúncia do sindicato.  O secretário me chamou na tarde de ontem e solicitou que eu informasse os guardas que o pleito de aumento de R$50,00 para R$80,00 na gratificação de eventos foi atendido pelo prefeito , e assim eu o fiz”, explicou.

Curso emergencial

Ney Lúcio também questionou que o curso emergencial de direção das viaturas foi dado a apenas uma turma e que ninguém do sindicato havia sido escolhido. “O major escolheu os guardas  e ninguém envolvido com o sindicato foi escolhido. Não é justo. Todos devem fazer o curso e estar apito para uma necessidade”, afirmou.

Quanto a este ponto, o Major Lima informou que esta é uma de suas obrigações do diretor de trânsito. “Como temos 104 agentes e havia 30 vagas para a primeira turma tive que escolher os alunos.  Vai haver novos cursos e a pretensão da SMTT é formar todos os agentes”, diz.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais