Greve dos bancários já dura quatro dias

0

Em todo o país, 24 Estados e o Distrito Federal já aderiram à greve dos bancários, que promete se estender em Sergipe. Desde última terça-feira, quando teve início a paralisação, o sindicato conseguiu mobilizar 100% das agências da Caixa em Sergipe,  100% em Aracaju e 90% no interior das agências do BNB, 100% do Banco do Brasil na grande Aracaju e 70% dos bancos privados.

 

Até agora os funcionários do Banese não aderiram a greve. “Não conseguimos grandes feitos com os banesianos, principalmente porque todo a estrutura da direção do banco é aqui no Estado e por isso ele é muito controlado”, explica o secretário de comunicação do sindicato dos bancários de Sergipe, Marcelo Vieira.

 

Apesar de terem conseguido derrubar uma liminar que proibia a mobilização na frente das agências, para garantir a proteção do patrimônio, dentre outras ações, essa vitória da categoria “não foi um passo suficiente para mudar a mobilização dos funcionários do Banese”, diz Marcelo.

 

A greve que já dura quatro dias não tem previsão de término. Antes que o protesto dos bancários comece a causar prejuízos à sociedade, como falta de dinheiro no caixas eletrônicos, o sindicato espera conseguir êxito nas negociações com a Federação Nacional do Bancos (Fenaban).

A categoria reivindica, entre outras coisas, reposição da inflação mais aumento real de 7,05%; maior participação nos Lucros e Resultados; proteção ao emprego; combate ao assédio moral e às metas abusivas; condições de segurança e saúde e igualdade de oportunidades entre os empregados.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais