Greve dos professores continua

0

A assembléia do Sindicato dos Trabalhadores da Rede Oficial de Educação Básica de Sergipe – Sintese -, realizada ontem à tarde, decidiu pela continuação da greve. Os professores não querem cortar o canal de negociação com o Governo do Estado, mas não aceitam a proposta de as negociações só continuarem mediante o fim do movimento paredista. Na prática, o governo pediu mais prazo para negociar. O sindicato entende que a principal reivindicação da categoria, o aumento do piso salarial para R$ 315,00, não foi sequer cogitada pelo Governo, que pretende fazer estudos mais demorados para ver o que pode oferecer. O presidente do sindicato, Iran Barbosa, por durante uma hora, expôs o que transcorreu na audiência com o secretário de Educação, Gilmar Mendes. Ao fim da exposição, a classe decidiu pela continuidade da greve. Ontem, em muitos colégios da capital e do interior, não apareceram nem professores nem alunos.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais