Gualberto diz que emenda é “cheque em branco”

0

O deputado Francisco Gualberto disse que a emenda proposta pelo governador João Alves Filho alterando a Constituição Estadual é uma espécie de “cheque em branco” dado ao Estado que autoriza o governador a fazer o que bem entender com as empresas estatais.

 

O deputado lembrou que na convocação extraordinária que aprovou a emenda, o Governo do Estado não encaminhou nenhum projeto de reforma anexado. Dessa forma, não foi possível que a Assembléia estudasse os pontos negativos dos projetos antes de aprovar a emenda.

 

Gualberto disse ainda que o discurso do Governo é de que é preciso acabar com a Emdagro, Cohidro, Emsetur, Cehop e outras empresas para sonegar o imposto ao Governo Federal. Além disso, “os trabalhadores, enquanto assalariados, têm que pagar imposto; enquanto que o Estado, como instituição, sonega. Isso não pode acontecer”, completou o parlamentar.

Mais notícias da área no canal POLÍTICA E ECONOMIA.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais