Gurizada tem férias sem nada para fazer

0

Talvez até pela troca de governo, ocorrida no dia primeiro de janeiro, o certo é que a cidade carece hoje de programas e projetos que beneficiem os pequenos estudantes que estão em férias. Resta apenas levar a gurizada aos shoppings, mas ali as atividades infantis ou são caras ou estão sempre superlotadas.

No passado, sempre havia colônia de férias, campeonatos de várias espécies, etc., hoje não há nada. À gurizada resta apenas ficar em casa, cumprindo uma ociosidade cada vez mais monótona. Os pais, sempre aflitos, procuram uma atividade – mas ir à praia todos os dias termina cansando. Ir aos cinemas todos os dias também não dá, o custo é alto e os filmes não mudam de cartaz com intensidade.

Caberia ao governo do Estado, pela Secretaria de Educação ou pela Secretaria de Esporte e Lazer, lançar projetos que dessem atividades a essa gurizada toda de férias. O problema é que a troca de comando não deu para programar bem as coisas, resultado está tudo parado mesmo.

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais