Homem acusado de matar desafeto e ferir outro é condenado

0
Julgamento ocorreu no Fórum Gumersindo Bessa em Aracaju (Foto: Portal Infonet)

O réu Rick Martin Goes da Silva foi condenado a nove anos de prisão. Ele é acusado de matar, a tiros, Lucas Santos Teles, crime ocorrido no dia 18 de novembro de 2015, em Aracaju. Rick Martin sentou no banco dos réus na manhã desta segunda-feira, 29. O julgamento foi rápido. Iniciado às 8h, a sentença foi proferida pouco antes das 11h da manhã, ao final do julgamento.

Além de atingir fatalmente Lucas Teles, os tiros disparados por Rick Martin também atingiram Jorge Luiz Campos de Lima, que se encontrava com Lucas no momento do atentado. Jorge de Lima sobreviveu, mas Lucas Teles não suportou e morreu naquele dia.

Pela sentença, anunciada pelo juiz Alício de Oliveira Rocha Júnior, da 5ª Vara Criminal, o réu deve cumprir pena de nove anos de prisão em regime fechado pelos dois crimes: seis anos pela morte de Lucas Teles e outros três anos pela tentativa de homicídio contra Jorge de Lima. O réu Rick Martin também foi denunciado por outros dois crimes, naquele atentado: porte ilegal de arma e corrupção de menores, com base no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Mas por esses dois crimes, ele foi absolvido por falta de provas nos autos.

Na fase da instrução processual, Rick Martin se manteve em silêncio. Mas durante o julgamento, nesta segunda-feira, 29, o réu assumiu a autoria do crime. Apesar da confissão, o juiz não a considerou para efeitos de minimizar a pena haja vista que o tempo de prisão imposto pelo homicídio simples, de seis anos, está no patamar mínimo para esse tipo de crime.

Rick Martin está preso e já cumpriu parte da pena. De acordo com os autos, Rick está preso há exatos três anos, cinco meses e 13 dias, mediante prisão preventiva decretada durante a investigação. O juiz considerou esse tempo que ele foi mantido preso para efeito de cumprimento final da sentença.

por Cassia Santana

Comentários