Homem é preso ao tentar abastecer com cartão corporativo do Estado

0
Foto ilustrativa : Portal Infonet

Um homem foi preso na noite de quarta-feira, 5, pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar, ao tentar abastecer carro particular com cartão corporativo do Governo do Estado pertencente ao ITPS. De acordo com nota da Secretaria de Comunicação do estado de Sergipe (Secom), Gladyson de Oliveira Costa foi preso com o cartão, alegando que esse pertence a seu tio,  Edmilson Oliveira, que foi motorista do ITPS e é motorista do candidato ao Senado Federal, Heleno Silva.

Heleno foi recebido pelo secretário de Segurança Pública, João Eloy (foto assessoria parlamentar)

Ao ter ciência do fato, o candidato a senador Heleno Silva procurou a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP/SE) solicitando celeridade nas apurações e uma cópia do Boletim de Ocorrência para tomar as medidas judiciais cabíveis. “Trata-se de uma enorme armação. Pois não conheço essa pessoa e muito menos quem ele cita como sendo meu tio. Não faço a mínima ideia de como meu nome surgiu nessa história”, afirma.

O caso foi encaminhado à Delegacia Plantonista Sul e remetido ao Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap), que conduzirá as investigações.

O Instituto  Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe (ITPS) informa que está tomando todas as medidas legais e administravas referente ao caso. O órgão estadual constatou que houve o extravio do cartão corporativo de número 6064 5800 0601 9380 0, usado para abastecimento de combustíveis, vinculado ao veículo Fiesta Hatch, de placa OEM 7182, pertencente ao ITPS.

O ITPS apurou que o cartão foi utilizado pela última vez no dia 30 de agosto, para abastecimento do veículo oficial da casa, por um motorista servidor e devidamente autorizado para tal fim. Vale ressaltar que Edmilson Tubias de Oliveira, citado no Boletim de Ocorrência, já havia sido exonerado da função no último dia 1º de junho, e desde então, teve a sua a senha para abastecimento de veículos desativada.

O ITPS ressalta também que não houve prejuízo ao erário público, uma vez que a tentativa de abastecimento de veículo foi frustrada; e que todos os abastecimentos em veículos dessa instituição são devidamente controlados e apenas efetivados por pessoas autorizadas por meio de senha pessoal.

(Com informações das respectivas assessorias)

Comentários