Homem é preso suspeito de aplicar golpes em mulheres

0
Alex ou Léo aplicava é suspeito de ameaças a ex-namorada (Foto: SSP/SE)

A Polícia Civil apresentou na manhã desta terça-feira, 31, um homem acusado de ameaça e estelionato contra mulheres em Sergipe, Bahia, Alagoas e Piauí. O produtor artístico Alex Fabiano Francisco da Silva, 37 anos, possuia oito mandados de prisão em seu nome por golpes e ameaça contra ex-namoradas. Ele ainda era foragido e acusado de tentar subornar policiais. Em março desse ano, o Portal Infonet publicou matéria especial sobre homens que aplicam golpes em mulheres.

Alex Fabiano ou Léo Moral, como o acusado é mais conhecido, foi preso por investigadores do Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV) da PC de Sergipe no sábado, dia 28, com apoio da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol). Ele foi encontrado no município de Chã Preta (AL), distante 95 quilômetros de Maceió, capital daquele estado. Ele havia sido denunciado pela última namorada, que reside em Aracaju.

Investigação

Segundo a diretora do DAGV, delegada Thaís Lemos Santiago, o infrator teria utilizado, assim como em outras oportunidades, os documentos da vítima para abrir contas em diversos bancos, fazendo dívidas superiores R$ 30 mil em cada uma, e comprado pelo menos cinco carros e caminhonetes e inúmeros aparelhos eletrodomésticos em nome da vítima.

"A partir do momento em que os credores passaram a cobrar as dívidas, Léo Moral fugiu para o estado de Alagoas e, a partir de então, iniciou uma série de ameaças em desfavor da mulher, o que acarretou com a ida da vítima à Delegacia Especializada da Mulher, no DAGV. Instauramos então Inquérito Policial para realizar a apuração dos fatos", explicou Thaís Santiago.

A delegada diretora acrescenta que as investigações foram conduzidas pela delegada Suirá Luiri Paim, que constatou que o investigado já havia praticado inúmeros golpes em Sergipe, bem como golpes na Bahia, Piauí e Alagoas. "O investigado possui oito mandados de prisão em seu desfavor e é foragido do Sistema Penitenciário do Piauí", informou a delegada Suirá.

Golpe

Ainda de acordo com as delegadas, Léo ou Alex confessou que conquistava a confiança das vítimas, e, em seguida, em posse de seus documentos pessoais, aplicava os golpes. "Ele relatou que escolhia as mulheres que se mostravam mais carentes e desprotegidas para praticar suas condutas delitivas, o que foi confirmado durante as investigações", acrescentou Suirá Paim.

"Não bastando tais circunstâncias, o investigado adulterou a carteira de identidade de seu irmão, Clóvis Francisco da Silva, aplicando sua fotografia por cima do documento e fez-se passar por ele. Ele também vendeu um carro de terceiro à tia da garota, causando-lhe um prejuízo de R$ 50 mil", reforçou a delegada responsável pelo caso.

A diretora do DAGV informou ainda que Alex Fabiano informou ser empresário de duas bandas de forró em Alagoas e que vendia shows de bandas famosas de forró. Ele vinha sendo acompanhado pelos nossos agentes, até que foi detido, em cumprimento a mandado de prisão concedido pela 11ª Vara Criminal.

"Quando era conduzido para Aracaju, o preso ofereceu R$ 30 mil aos policiais para não ser preso, o que foi negado. Ele ainda revelou que conseguiu ser libertado anteriormente em outro estado. Ele elogiou o trabalho da Polícia Civil de Sergipe e ressaltou que circula por todo país, mas que em Sergipe tem restrição pelo temor de ser preso", lembrou a delegada Thaís.

Fonte: SSP/SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais