Homens presos por tráfico de anabolizantes obtêm liberdade provisória

0
Material encontrado durante a prisão de um dos suspeitos (Foto: SSP/SE)

Os dois homens presos na última segunda-feira, 18, acusados de tráfico de anabolizantes participaram de audiência de custódia nesta quarta-feira, 20, e foram colocados em liberdade.

A Polícia Civil pediu a prisão preventiva de Vinícius Genézio Cunha Nunes e de Ramon Jonas Lima, mas o juiz Rômulo Dantas não viu elementos suficientes e concedeu a liberdade provisória aos suspeitos.

Apesar de terem obtido a liberdade, Vinícius e Ramon deverão cumprir medidas cautelares, como comparecer mensalmente em juízo, no primeiro dia útil, para informar e justificar as atividades; não se ausentar da Comarca por período superior oito dias sem comunicação prévia ao Juízo; e se recolher em domicílio no período das 20h às 06h e nos dias de folga.

O juiz proibiu Vinícius Genézio de acessar ou frequentar academias e clubes esportivos, já que estes locais estão relacionados ao fato, para evitar o risco de novas infrações.

Relembre o caso

Vinícius Genézio Cunha Nunes e de Ramon Jonas Lima foram presos pelo Departamento de Narcóticos. Na ação, foram apreendidos mais de 700 anabolizantes e comprimidos. As investigações apontaram que Vinícius Genésio Cunha Nunes atuava na venda de anabolizantes e outras substâncias para várias academias e clientes de Aracaju, e que ele teria alugado uma sala no Centro da capital para armazenar as substâncias. Ramon Jonas Lima era motoboy e trabalhava para Vinícius.

por Verlane Estácio

 

 

 

Comentários