Homens são presos em flagrante por roubo, adulteração de placa e cárcere privado

0

Os bandidos foram presos em flagrante em N. Sra. do Socorro (Fotos: Portal Infonet)
Policiais da 5ª Delegacia Metropolitana efetuaram a prisão em flagrante de dois homens acusados de receptação de veículo e adulteração de placas. De acordo com o delegado Marcos Garcia, os homens identificados como Ademir José Albarello, 48, e Paulo Maikon Matos Mota, 19, também mantiveram duas pessoas em cárcere privado durante dois dias.

O delegado explica que os dois acusados e mais dois envolvidos realizaram o roubo de uma carreta no município de Entre Rios, na Bahia. O veículo transportava uma carga de polietileno, com origem do Rio de Janeiro.

“Os bandidos seguiram a carreta com um Meriva e um deles subiu na carroceria que estava em Entre Rios, desligando uma mangueira do sistema de freio para que parar as vítimas. Nesse momento, os bandidos renderam as

Delegado Marcos Garxia continuará com as investigações
duas pessoas que conduziam o caminhão”, explica o delegado.

As informações dão conta que os dois bandidos colocaram a carga de polietileno no carro e fugiram, enquanto os outros dois seguiram na carreta para o município de Rio Real, também na Bahia.

As vítimas, identificadas como Jorge Luiz Dias da Silva, 27, e Adilson Luiz Mendes, 36, foram mantidos como reféns durante dois dias, sendo deixados amarrados em um matagal na cidade baiana. Os homens fugiram com a carreta.

Coincidência

Antônio reconheceu sua carreta abandonada
O delegado Marcos Garcia conta que soube do assalto porque foi acionado pelo tio de uma das vítimas. “Ele veio denunciar que recebeu uma ligação de seu sobrinho no Rio de Janeiro, dizendo que as vítimas, também sobrinhos dele, haviam sido assaltadas em Entre Rios. O senhor, identificado como Luiz Antônio da Conceição, descobriu que sua carreta estava abandonada sem a carroceria em frente a um hospital no conjunto Marcos Freire II, em Nossa Senhora do Socorro”, relata o delegado.

Luiz Antônio relata que reconheceu seu caminhão, sendo que logo após recebeu a informação do roubo pelo sobrinho no Rio de Janeiro. “Então eu chamei o delegado, que pediu que eu fizesse com que as portas do caminhão não fossem abertas.

Instrumentos que seriam usados na adulteração da carreta
Depois disso, a polícia flagrou os dois bandidos tentando mudar a placa da carreta”, explicou Antônio.

Investigação

O delegado disse que Ademir José Albarello é gaúcho, mas mora em Nossa Senhora do Socorro. “Ele já responde por seis mandados de prisão e na casa dele foram apreendidos vários instrumentos para adulteração do chassi da carreta. As vítimas já formam socorridas e estão bem. Nós continuamos com as investigações”, conclui o delegado.

Por Victor Hugo e Kátia Susanna

 

 

 

Comentários