Hotéis de Aracaju estão lotados para Carnaval

0

Turistas se refugiam dos grandes carnavais em Aracaju
Os hotéis de Aracaju estão, quase todos, com ocupação máxima para o período do Carnaval – que começa na sexta, 1º, e vai até a quarta-feira de cinzas, 6. Alguns estão sem fazer reservas desde o fim de dezembro, outros fecharam ainda esse mês. A grande maioria dos turistas é de baianos que procuram fugir das grandes festas de carnaval.

No Parque dos Coqueiros, um dos maiores hotéis da capital, a taxa de ocupação entre os dias do feriado é de 99,1%. Nos dias 2, 3 e 4 todos os leitos já estão ocupados, e espera-se fechar os outros dias até o fim dessa semana. No Hotel Aquarius os leitos já haviam sido bloqueados no ano passado, e só esperam a desocupação após a quarta-feira, 6.

O gerente Josemir Barreto afirma que boa parte dos turistas já conhece Aracaju
A gerente do hotel da Costa, Solange de Carlos, confirma a boa presença dos turistas na cidade. “A maioria com certeza é de baianos. Mas esse ano a gente sente uma mesclagem maior de paulistas e mineiros também”, comenta Solange.

As pousadas também se encontram sem vagas, como confirma o gerente Josemir Barreto. “Estamos com capacidade máxima. E mesmo quando há alguma desistência, outros hóspedes vêm ocupar as vagas”, diz. Na pousada do farol, onde Josemir trabalha, a grande maioria dos hóspedes é reincidente da cidade. “No máximo 10% está vindo pela primeira vez. A maioria já conhece e volta para passar o carnaval”, comenta.

O representante da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, Diego da Costa, afirma que o período está sendo bom. “A gente tem uma desocupação uns

Hotel Aquarius não fazia mais reservas há um mês
três dias antes e uns três dias depois do carnaval, mas em geral o período é muito bom”. No entanto, o empresário cobra um aproximação maior do Governo do Estado e da Prefeitura de Aracaju com os hotéis, para um planejamento.

“É importante que as programações dos eventos do verão e do Forró Caju sejam divulgadas com antecedência para que possamos divulgar para os clientes. È importante se criar uma aproximação maior entre o governo e os donos de hotel para isso”, afirma Diego.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais