Hoteleiros e PMA querem impedir a demolição dos bares

0

PMA e hoteleiros se reuniram para discutir a situação dos bares de Aracaju (Fotos: Portal Infonet)

Daniela Mesquita é presidente da ABIH 

Os hoteleiros são contra a demolição dos bares

A rede hoteleira de Sergipe e os representantes do município de Aracaju decidiram se unir contra ação ajuizada pelo Ministério Público Federal (MPF), que pede a demolição de 65 bares da praia da capital sergipana. Membros da Associação Brasileira de Indústria de Hoteis de Sergipe (ABIH) se reuniram  na tarde desta quarta-feira, 26, com o Prefeito João Alves Filho, e decidiram se unir para, juridicamente, reverter o posicionamento do MPF.

De acordo com a presidente da ABIH, Daniela Mesquita, a reunião serviu para o prefeito colocar o setor da hotelaria a par da situação jurídica em que se encontram os bares de Aracaju. “Na verdade, João mostrou como está encaminhada a tramitação para podermos contornar a situação e a conseguirmos a não derrubada dos bares”, disse a presidente da ABIH.

A presidente afirma que a rede hoteleira de Sergipe está apoiando as decisões da Prefeitura. “Toda a cadeia turística está se manifestando para receber o apoio de todas as pessoas. Será uma frustração se os bares forem destruídos. Quando a gente divulga Aracaju, é sol e praia. Se não for isso, o turismo não sobrevive”, explicou Daniela.

A presidente da ABIH fala em contornar a situação com o MPF, no sentido de readequar os bares, em vez da demolição dos mesmos. A conduta do MPF em derrubar os estabelecimentos da praia também vão contra as propostas do secretário Walker Carvalho.

O secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Walker Carvalho, conta que o órgão está preocupado com a situação, e  que por isso, está unindo forças para combater a destruição dos bares. “Todos serão prejudicados se isso acontecer. Teremos uma queda muito grande do turismo em Aracaju. Quem vem pra cá quer ficar perto da praia, coisas que não tem na cidade deles”, contou.

“Vamos juridicamente começar uma batalha para readequar os bares e não demolir. Até porque muitos bares já estão em condições de funcionamento e mesmo assim o MPF quer demolir. Vamos nos unir para que isso não aconteça”, explicou Walker.

Por Helena Sader e Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais