Ibama: técnico acusado de corrupção continua trabalhando

0
Dinheiro apreendido com o servidor, segundo a PF (Foto: cedida pela PF)

O técnico do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), acusado de corrupção passiva e preso em flagrante pela Polícia Federal (PF/SE) já está em liberdade provisória. A concessão do benefício foi determinada durante audiência de custódia.

O juiz responsável pela audiência, que não teve o nome divulgado, determinou ainda a manutenção do exercício do seu cargo no Ibama, ficando proibido de desempenhar funções de fiscalização e julgamento de processos alusivos as autuações fiscais, ambientais ou quaisquer outras pertinentes a fiscalização do Ibama, dentre outras condições.

De acordo com a assessoria do Ibama, no âmbito da superintendência em Sergipe, as providências já foram iniciadas com o envio da documentação a corregedoria do Ibama/Sede que está providenciando a abertura de processo administrativo disciplinar – PAD, para julgamento administrativo da ocorrência.

No momento, o servidor encontra-se lotado e desempenhando atividades de caráter administrativo.

Relembre

O funcionário foi preso, acusado de corrupção passiva. Segundo a PF, o servidor público solicitou o pagamento de 10% sobre o valor da multa de R$ 120.000,00 (cento e vinte mil reais) aplicada em auto de infração pelo Ibama a uma pousada-restaurante, localizada na cidade de Neópolis/SE, sob o pretexto de reduzi-la na fase recursal.

Por Aisla Vasconcelos
Com informações do Ibama/SE

Comentários