Idosa sergipana é presa em São Paulo

0

Acusada de ser mandante do assassinato de Damiana Cordeiro dos Santos, em 24 de setembro de 1993, na cidade de Ribeirópolis, Lourdes Pereira de Andrade, 72 anos, foi descoberta pela Polícia Civil sergipana na cidade de Bauru, São Paulo. A idosa estava foragida desde aquela época, e sua filha, Alenilde Nunes de Andrade Santos, também acusada de participação na morte, ainda não foi encontrada.

Segundo o delegado responsável pela investigação, Leydson Gadelha, as duas acusadas contrataram um pistoleiro para assassinar Damiana, que seria amante do marido de Alenilde.  A vítima recebeu dois tiros e morreu em casa. “Quando foram pronunciadas para ir à júri popular, as duas acusadas fugiram e até então não haviam sido localizadas. A Polícia Interestadual (Polinter) foi avisada sobre a prisão e a idosa já está sendo transferida para Sergipe”, diz o delegado.

Ainda segundo ele, Lourdes foi localizada enquanto estava internada em um hospital da cidade de Bauru. “Ela deve ser transferida para o presídio feminino de Aracaju”, acredita Gadelha.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais