Igreja do Santo Antônio permanece fechada para visitação

0

Cadeados somente são abertos nos horários em qua há missa (Fotos: Portal Infonet)

Turistas e moradores do bairro Santo Antônio reclamam que a igreja símbolo de Aracaju – Santo Antônio –, que sempre ficou aberta a visitação, tem permanecido fechada, somente abrindo nos dias e horários de missa.

A medida serve para prevenir novos furtos como os que aconteceram há alguns dias, quando foram levados um ventilador e equipamento de som. A reportagem do Portal Infonet esteve no local na manhã desta segunda-feira, 12, e constatou as portas trancadas com cadeado pelo lado de fora.

De acordo com Jailson Paulo dos Santos, funcionário da Funcaju que fica num posto montado para turistas na praça ao lado da igreja, os turistas sempre vêm visitar, mas o local fica fechado. “Eles chegam aqui pedindo informações sobre o funcionamento da igreja, mas ela só abre nos horários das missas. Eu acho correto porque aqui não

Igreja do Santo Antônio
tem nenhuma segurança. Inclusive já vi algumas pessoas estranhas circulando, mas a polícia só aparece quando algo é roubado”, relata.

Moradora do bairro Santo Antônio, a pensionista Vilma Souza disse que diversas vezes foi até a igreja rezar, mas ela estava fechada. “Eu soube que ela foi roubada umas duas ou três vezes, mas é preciso que fique alguém tomando conta para poder abrir para o público. Eu sempre freqüentei aqui e não apenas nos horários das missas”, lamenta.

A aposentada Tereza de Souza veio de Boquim passar alguns dias na casa da sobrinha e ficou desapontada quando encontrou a igreja fechada. “Vim passar alguns dias visitando Aracaju justamente para ver essa belíssima igreja, só que quando cheguei, percebi que ela estava fechada, não entendo o porquê”, diz.

Policiamento

Segundo o assessor da Polícia Militar Capitão Donato, existe policiamento na área, porém não há como manter uma patrulha permanente no local. “Na  
 

Vilma diz que sempre frequentou prédio histórico mesmo quando não há missa

semana passada entrei em contato com o comandante do 8º batalhão, responsável pela segurança na área para saber como estava o policiamento. Ele me informou que a patrulha está atuante, mas a gente não tem como manter um posto fixo ali. É preciso que a própria comunidade coopere. Além disso, a igreja poderia manter um funcionário que ficasse no momento em que a igreja permanecer aberta”, afirma.

A reportagem tentou entrar em contato com a Guarda Municipal durante toda a manhã, mas foi informada que os responsáveis estavam em uma operação no bairro Santa Maria.

Por Bruno Antunes

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais