IML: funcionários podem paralisar as atividades

0

Funcionários falam em paralisação(Foto: Arquivo Portal Infonet)
Funcionários do Instituto Médico Legal (IML) podem paralisar as atividades no período do Pré Caju. Alguns funcionários, que preferem não se identificar, reclamam, dentre outras coisas pagamento de diárias atrasadas, enquadramento salarial e desvio de função.

O coordenador do Instituto Médico Legal, Adelino Lisboa Costa, explicou que o problema existe a muito tempo, mas que algumas medidas foram tomadas por parte do governo para compensar a diferença salarial. “ Em 2003 foi criada uma espécie de gratificação para quem estava em desvio de função, chamada de gratificação de apoio”, explica.

Boicote

Coordenador diz que funcionários querem fazer boicote(Foto:Portal Infonet)
Ainda de acordo com o coordenador, essa paralisação não deverá acontecer, porque a maioria dos funcionários recebe a gratificação de apoio. “Apenas quem entrou depois de 2007 não foi contemplado e acredito que são essas pessoas que falaram em parar as atividades, estão querendo realizar um boicote”, explica Adelino

Em relação às diárias, o coordenador pontuou que apenas o mês de dezembro não foi pago. “Dezembro não foi pago porque a folha de pagamento fecha dia 15, mas já foi prometido que eles receberão dezembro, junto com os meses janeiro, fevereiro e março”, ressalta.

Comentários