Incêndio destrói depósito de loja no Centro

0

O prédio de dois andares ficou totalmente destruído (Fotos : Portal Infonet)
No início da tarde desta sexta-feira, 23, um incêndio de grandes proporções destruiu um depósito de uma loja de produtos importados, localizada no Centro da capital sergipana. Uma cortina de fumaça tomou os céus e podia ser notada a quilômetros do local. A ocorrência foi registrada na avenida Carlos Bulamarque com praça Godofredo Diniz nos fundos do prédio do INSS.

Testemunhas afirmam que o incêndio aconteceu de forma muito rápida e que no momento da ocorrência algumas pessoas que estavam em uma lanchonete que fica ao lado do prédio saíram correndo, deixando o almoço na mesa.

De acordo com os comerciários que estavam nas proximidades o

Equipes do Getam isolaram a área
fato começou a ser registrado antes do meio dia e alguns funcionários da loja tentaram apagar o fogo utilizando extintores de incêndio de lojas vizinhas.

Segundo a comerciária que trabalha em uma loja de embalagens plásticas que fica a poucos metros do local, identificada como Marilene dos Santos, pelo menos um funcionário foi retirado do local desmaiado.

Muitos curiosos se amontoaram nas proximidades do prédio e as equipes do Corpo de Bombeiros juntamente com o apoio do Grupamento Tático de Motos (Getam) tiveram trabalho para isolar toda a área e manter as pessoas distantes do local. A todo o momento equipes dos Bombeiros chegavam ao local e carros pipas deram apoio

A comida foi deixada na mesa
abastecendo os caminhões que tentavam apagar o fogo.

Um dos momentos de maior apreensão foi quando circulou a notícia de que o prédio que apresentava rachaduras poderia desabar. Comerciantes das proximidades ficaram temerosos e muitos deixaram a área rapidamente.

Outro risco apresentado é que o prédio fica a menos de 10 metros de um posto de combustível, o calor e chamas poderiam provocar um acidente ainda maior.

A suspeita é que o incêndio pode ter ocorrido por conta da fiação elétrica e que as chamas tomaram uma proporção maior pelos materiais inflamáveis que eram guardados no depósito. O coronel do Corpo de Bombeiros,

Coronel do Bombeiros nega que alguém tenha desmaiado

Reginaldo Dórea, destacou que as causas serão conhecidas em 30 dias após perícia que será no local. O coronel enfatizou que o prédio corre o risco de desabamento. Equipes da Defesa Civil estão no local realizando vistoria em toda a área.

 

 

* Matéria foi alterada no dia 24/07 para acréscimo do link de outra reportagem

 

 

 

 

 

 

Por Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais