Incra/SE assegura imóvel para a criação de assentamento

0
(Foto: Arquivo Portal Infonet)

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) obteve na última quinta-feira,9, a posse de mais um imóvel rural que será revertido para a criação de projeto de assentamento em Sergipe. Localizada no município de Poço Redondo, no território do Alto Sertão, a Fazenda Lagoa da Vila é a quinta área obtida pela Superintendência Regional da autarquia em Sergipe somente este ano.

“O esforço empreendido pelo Incra para melhorar a infraestrutura e promover o desenvolvimento dos assentamentos já implantados não implica em uma perda na busca por novas áreas para a reforma agrária. Não existe contradição nisso e os nossos resultados comprovam o quanto estamos avançando também na criação de novos assentamentos”, afirmou o superintendente regional do Incra/SE, Leonardo Góes.

Com extensão de 589 hectares, o imóvel, reivindicado há nove anos por dezenas de famílias sem terra, foi conquistado por meio de um convênio firmado em 2007 entre Incra e Governo do Estado de Sergipe. Foco de tensão agrária e palco de alguns conflitos, a antiga Fazenda Lagoa da Vila dará lugar, agora, ao Projeto de Assentamento “Josué de Castro”, que abrigará 26 famílias de trabalhadores rurais.

“É mais uma conquista importante para a reforma agrária, que segue avançando e contribuindo de forma contundente para a redução das tensões e a melhoria da qualidade de vida no Alto Sertão de Sergipe”, analisou André Bonfim Ferreira, chefe da Divisão de Obtenção de Terras e Implantação de Projetos de Assentamento do Incra/SE.

Avanço na reforma agrária

Somente nos últimos 30 dias, o Incra/SE obteve quatro novos imóveis que serão convertidos em áreas de reforma agrária.
Além da Fazenda Lagoa da Vila, a autarquia obteve entre o final de abril  e o último dia 10 de maio, as Fazendas Guanabara, Brejo Grande e Mariana, localizadas, respectivamente, nas cidades de Santa Brígida, Itapicuru e Adustina, numa área de atuação da superintendência sergipana do Incra, composta por 16 municípios baianos que fazem divisa com Sergipe.

Também no último dia 10, foi assinada pelo ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, o presidente do Incra, Carlos Guedes, e o superintendente regional da autarquia em Sergipe, Leonardo Góes, a portaria de criação do primeiro assentamento sergipano instalado sob o novo modelo de implantação estabelecido pela autarquia.

Por meio dele, as 45 famílias assentadas na “Colônia Agrícola Daniel Ricardo dos Santos”, em Canindé do São Francisco, foram inscritas no Cadastro Único (CadÚnico), ganhando acesso a todos os programas sociais desenvolvido pelo governo federal. Os agricultores também conheceram o cronograma de implantação do assentamento, que estabelece prazos para a execução de todas as obras de infraestrutura do projeto e a aplicação de créditos de apoio à produção.
Em toda a área de atuação do Incra/SE foram criados, até o momento, 212 projetos de assentamento, que abrigam 10.087 famílias de agricultores.

Fonte: Ascom Incra

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais