Infonet Pixels

0

Correção da aposentadoria pode chegar a 10%

 

Em março, a correção das aposentadorias e pensões do INSS pode sair dos 6,41% anunciados pelo Governo e chegar a 10%, como defendem as centrais sindicais que já têm a garantia de apresentação de emenda do deputado Paulo Pereira da Silva, com a proposta. Nesse caso, segurados do INSS que ganham acima do mínimo terão direito a até R$ 248,96 em atrasados a receber em abril. Essa é a diferença para quem recebe o teto de R$ 3.689,66 (que pode ir a R$ 3.814,14), pelos meses de janeiro e fevereiro, caso a votação seja encerrada em março.

 

Assim, atrasados seriam pagos em abril. Aposentados e pensionistas, que esperavam índice inferior ao mínimo (que passou de R$ 510 a R$ 540 e levou 5,88%), ganharam os tais 6,41% Parecia que tinham virado um jogo que nem queriam virar: pediram reajuste único e não entenderam a manobra que lhes garantiu ganho real, mas deixou o mínimo sem ele. Durante a semana, partidos políticos se envolveram na discussão do piso e ofereceram também: R$ 543 (6,47%); R$ 545 (6,86%), R$ 550 (7,84%); R$ 560 ( (9,80%) e R$ 580 (13,75%).

 

Inscrições para concurso da Petrobras vai até o final do mês

 

Já foi dada a largada para o novo concurso da Petrobras. A estatal está investindo pesado para alcançar o posto de quinta maior empresa energética do mundo e oferece nesta seleção 838 oportunidades. As remunerações iniciais variam de R$ 1.801,37 a R$ 6.217,19. O cadastro no concurso vai até o dia 27 de janeiro, por meio do portal www.cesgranrio.org.br. As taxas de participação variam de R$ 30 a R$ 45. Das chances disponíveis, 615 são para cargos de nível médio/técnico, com especializações relacionadas diretas e indiretamente com a exploração de petróleo e gás. Há ainda 220 vagas para graduado nas áreas de Humanas, Saúde e Tecnologia. A Petrobras é a empresa dos sonhos de grande maioria dos concursandos e até de quem não faz concursos. Destacada por estar em meio a um crescimento acelerado, por ter boas previsões para os próximos anos e pelos muitos benefícios que oferece aos funcionários, a petrolífera acaba sendo muito cobiçada. Além de tudo, é uma empresa que permite progresso a não deixa o funcionário se acomodar.

 

O Imposto sobre a passagem é muito alto

 

Todo início de ano é sempre a mesma coisa: as empresas que fazem o transporte coletivo na Capital pedem uma enormidade na correção das passagens, para depois se contentar com o que é possível conceder. E sempre vem a informação de que Aracaju tem a segunda passagem mais cara do Nordeste. É, pode até ser.

 

O certo, porém, é que Aracaju cobra o imposto mais caro do Nordeste nas suas passagens de ônibus públicos. São dez por cento, dividido entre o ISS (5%) e um imposto para renovação de frota. O ex-deputado Jorge Araújo diz que para baratear o preço da passagem dos ônibus na capital é só reduzir o tanto de impostos que incidem sobre a tarifa. Está tudo nas mãos do dr. alcaide… Enquanto São Paulo não cobra impostos nas tarifas dos ônibus, o Rio de Janeiro cobra 2%; Belo Horizonte, cobra 4%, Natal e São Luis cobra 5% e Salvador cobra 8%. Só Brasilia, a Capital Federal, cobra 3,75%. Alguém pode explicar porque Aracaju cobra 10%?

 

PRF também fixa limites de velocidade

 

Veja como determinadas críticas às vezes escondem interesses nem sempre confessáveis. A imprensa noticiou que a Polícia Rodoviária Federal fixou radar limitando a velocidade a 60km/h, no trecho de seis quilômetros da BR-234, na saída de Aracaju, onde, em dois anos, teriam acontecido em torno de 400 acidentes. Palmas! Ninguém criticou porque realmente o equipamento inibe os excessos daqueles motoristas mais afoitos. Mas este não é o mesmo tratamento que se dá à Prefeitura de Aracaju, quando, pelo mesmo motivo de evitar os acidentes, instala radares e sensores nas principais ruas e avenidas da cidade. Ah! Aquelas duas lombadas de 40kms/h instaladas na Orla são para garantir a travessia tranqüila de turistas nas faixas de pedestres que nem sempre são respeitadas, segundo informa a SMTT.

 

*** O Governador Marcelo Deda anunciou um corte de 600 milhões de reais no orçamento deste ano. Numa comparação com o corte anunciado pelo Governador do Ceará, os cortes daqui foroam mais ou menos exagerados.

 

*** Um Estado bem maior que Sergipe, com transações financeiras superlativas, o Ceará está cortando 500 milhões de reais. Significa 12% do total de R$ 4,3 bilhões custeados em 2010 e visa dotar o Ceará de mais recursos para investir nos próximos 4 anos.         

 

*** Governador do Distrito 4390 do Rotary Club, o sr. Hugo Dórea faz visita oficial a Capital sergipana a partir da próxima 2ª feira. Neste dia, ele visita o Rotary Club Aracaju-Norte e na 4ª feira o Rotary Club Aracaju.

 

Por Ivan Valença

                             

 

Comentários