INFONET PIXELS

0

*** Até agora, o secretário do Estado da Educação, Gilmar Mendes, não falou em reajuste para os professores. O Governador não o autorizou a prometer nada nesta área. *** O Sindicato dos Professores divulgou “carta aberta” aos profissionais das escolas estaduais, relembrando que estes conquistaram o direito à revisão salarial anual e, no entanto, esta revisão não foi respeitada nos anos de 2002 e 2003. *** “Os professores têm enfrentado (…) inúmeras medidas coercitivas do exercício do seu direito. Já enfrentamos tropa de choque, cavalos, cães, bombas de gás lacrimogêneo, tiros, cortes de ponto, cortes de gratificação (regência de classe) e, inclusive, declaração de ilegalidade da greve. Os algozes da Educação passam e nós continuamos lutando em defesa dos nossos direitos e pela qualidade da escola pública”. Este é um trecho da Carta Aberta do Sintese aos professores das escolas estaduais.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais