Inquérito remetido à Justiça já apurou denúncias sobre o Ciosp

0

A delegada Danielle Garcia, titular da Delegacia Especializada de Ordem Tributária (Deotap) remeteu à Justiça, em outubro do ano passado, um inquérito policial de 453 páginas, sob o número 12/2009, referente a possíveis irregularidades administrativas que teriam ocorrido dentro do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), logo após a implantação do novo 190 na Grande Aracaju, em abril do ano passado.

Sobre a contratação da empresa que cuida do monitoramento eletrônico do Centro e de alguns bairros da zona sul de Aracaju, a delegada disse que a Secretaria da Segurança Pública solicitou que a Procuradoria Geral do Estado (PGE) fizesse uma análise nos contratos firmados entre a SSP e uma empresa baiana que presta o serviço de CFTV em Aracaju.

A consulta já foi concluída e está sendo analisada pela Assessoria Jurídica da Secretaria da Segurança Pública. “Com base nos documentos analisados, a tendência é que seja instaurado um novo inquérito, também no âmbito do Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária e Adminsitração Pública (Deotap) para investigar com detralhes a contratação da empresa e a compra de materiais para o funcionamento do CFTV”, disse a delegada.

Ela ressaltou, ainda, que “a Secretaria de Segurança Pública nunca teve intenção de esconder informações, tanto que abriu um inquérito policial para apurar as denúncias no Ciosp e solicitou um parecer jurídico a PGE a respeito do CFTV”, disse.

Fonte: SSP

Comentários