PC prende integrante de grupo criminoso que aplicava golpes em idosos

0
Um dos envolvidos foi preso no bairro Aruana, na capital sergipana, onde estava hospedado (Foto: SSP-SE)

O Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) prendeu Lucas Rocha de Oliveira, suspeito de integrar um grupo criminoso que agia aplicando golpes em pessoas idosas através da simulação de uma central de cartão de crédito, que obtinha dados das vítimas e as convenciam a entregar o cartão a criminosos que chegavam às residências em motocicletas, se passando por funcionários de instituições financeiras. A investigação foi conduzida pela Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic), da Polícia Civil de Alagoas. A detenção ocorreu nessa quarta-feira, 2, no bairro Aruana, em Aracaju.

De acordo com o delegado Dernival Eloi, diretor do Cope, a ação policial, denominada de “Operação Potoqueiro”, foi deflagrada nos estados de Alagoas, São Paulo, Sergipe e Maranhão. O grupo é suspeito de ter causado um prejuízo em torno de R$ 1,95 milhão às vítimas do golpe. Lucas Rocha de Oliveira, apontado como uma das lideranças da associação criminosa, foi preso em uma pousada no bairro Aruana, na Zona de Expansão de Aracaju, onde estava hospedado.

No total, nove pessoas foram presas. As detenções ocorreram também nos estados de Alagoas e Maranhão. Durante a operação, foram apreendidos dinheiro, maquinetas, anotações com contabilidade do grupo, além de outros objetos relacionados aos crimes praticados. No decorrer do procedimento investigativo, a Polícia Civil identificou que cerca de 100 pessoas foram vítimas do golpe.

Fonte: SSP-SE

Comentários