Internet: adolescentes não sentem segurança

0

Adolescente brasileira dizem que não se sentem seguras em acessar internet(Foto: Arquivo Portal Infonet)
Uma Pesquisa realizada por uma organização não-governamental, identificou que cerca de 79% das adolescentes brasileiras não se sentem seguras ao utilizar a internet.

Os dados da pesquisa apontam que a falta de familiaridade com as novas tecnologias é um dos fatores que dificultam ações mais efetivas por parte dos pais dos jovens que acessam a internet regularmente.

Ainda de acordo com a pesquisa cerca de 27% das adolescentes, mesmo conhecendo a internet, disseram estar constantemente conectadas e 60% afirmaram conhecer os perigos da rede e que ainda não sabem como se defender quando diante de situações aparentemente arriscadas. Apenas um terço declarou saber e a quem relatar uma situação de perigo online.

Sergipe

Segundo o delegado Alessandro Vieira da Delegacia de Atendimento aos Grupos Vulneráveis (DAGV), de Aracaju, o trabalho intensificado ao acesso a informação muito tem contribuído para evitar os perigos da internet. “Embora a internet exponha as pessoas, essa é uma exposição que dar tempo de ser revertida. A mídia hoje tem contribuído de maneira eficiente no combate a esse tipo de crime, através da divulgação, não só dos perigos, bem como do meios para se proteger e combater”, pontua Alessandro.

O Delegado ainda salientou que precauções simples podem diminuir os perigos na internet. “Evitar o diálogo mais aprofundado com pessoas estranhas, não passar informações ou dados seus ou da sua residência para outros pela internet já pode contribuir na diminuição de crimes”, pontua o delegado, ressaltando que muitas pessoas descrevem tudo que tem dentro de casa, além dos hábitos e horários da família.

Alessandro ainda pontuou que os crimes de fraudes pela internet são bastante registrados em Sergipe. “Muita gente fala do crime sexual, mas a realidade é que os crimes de fraudes são muito maiores”, finaliza Alessandro.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais