Internos serram grade de ala e fogem do Cenam

0
Seis internos fugiram do Cenam (Fotos: Portal Infonet)

Seis adolescentes fugiram na manhã deste domingo, 21, do Centro de Atendimento ao Menor (Cenam). De acordo com o diretor de comunicação do Sindicato dos Agentes de Segurança e Medidas Socioeducativas (Sindasse), Fábio Wesley, a fuga foi percebida durante a troca de plantão dos agentes, momento em que há a contagem dos internos. A polícia foi acionada, mas nenhum dos fugitivos foram recapturados.

A informação do Sindasse é que a Ala 3, de onde os internos fugiram, estava ocupada por 13 adolescentes, quando a capacidade máxima é seis. “Os menores serraram as grades da ala e fugiram pulando o muro”, conta Fábio ao destacar que no momento, nove agentes faziam a segurança do local que abriga 80 internos, embora a capacidade seja 45. “Hoje temos 10 internos para cada agente, quando o ideal é um interno para três agentes”, explica.

Fábio Wesley: "Fuga foi percebida durante a troca de plantão"

Fábio afirma que por conta de uma portaria baixada pela Fundação Renascer, os agente estão impedidos de ter acesso às imagens do circuito interno de segurança que ficam em poder de uma empresa terceirizada. Para o agente, o local já possui uma rota de fuga. “A Fundação Renascer não investe na manutenção da segurança. Então, a cada fuga, os menores abrem um buraco no arame que fica em cima do muro. Aqui não há medida socioeducativa e segurança, pior ainda”, denuncia.

Renascer

A equipe do Portal Infonet entrou em contato com a assessoria de comunicação da Fundação Renascer que rebateu as acusações e afirmou que investe na manutenção e na estrutura do local, além de promover a capacitação dos seus funcionários. Sobre a portaria, a assessoria se comprometeu as buscar mais informações, no entanto, a reportagem do Portal Infonet não obteve sucesso nas ligações seguintes, pois o número encontrava-se desligado. Continuamos à disposição para esclarecimentos através do email jornalismo@infonet.com.br e do telefone (79) 2106 8000.

Por meio de nota, o diretor do Cenam, Wigner Mota Quintela, informou que a ala "03" tem capacidade para 14 adolescentes e não seis como foi dito. Sobre a fuga, a nota esclarece que “a mesma não foi percebida no momento da troca do plantão, mas sim com o plantão do dia já em atividade na unidade, portanto não há de se falar em contagem de internos. A fuga foi comunicada pelo monitoramento e prontamente o plantão foi tentar fazer a contenção, mas não logrou êxito”.

Com relação ao acesso a sala de monitoramento, o diretor diz que “realmente existem restrições por questões de segurança, mas não proibição generalizada, até porque após o ocorrido, fomos juntamente com o coordenador de Segurança, com o supervisor do plantão e de mais dois agentes de segurança do dia a sala de monitoramento para analisar todas as imagens, a forma como se procedeu a fuga e as providências a serem tomadas. Por fim, ao contrário do que foi dito na reportagem as imagens de monitoramento ficam sob a responsabilidade da Unidade Cenam e não em poder de empresa terceirizada”.

* A matéria foi alterada às 14h35 para acréscimo de nota enviada pela direção do Cenam.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais