Invasores do loteamento Reinaldo Moura fazem manifestação em Pirambu

0

Os pescadores que moram no loteamento Reinaldo Moura em Pirambu estão fazendo uma manifestação durante a manhã dessa quinta-feira,7. Eles pedem alguma resposta do governo estadual com relação à decisão do juiz Edmilson da Silva Pimenta, que decretou a reintegração de posse das casas à Prefeitura no fim do mês de janeiro. O loteamento foi construído em 2003 mas as casas ficaram sem moradores até que os pescadores invadiram.

Todas as 54 casas estão ocupadas com famílias de baixa-renda que tem sua principal atividade na pesca. A ordem de despejo, dada antes do carnaval, surpreendeu os moradores, que há cinco anos estão instalados no local. “Queremos que o governador ou o interventor tomem alguma providência. Essas pessoas aqui vão pra onde?”, questiona Sandro José dos Santos, um dos moradores do local.

A manifestação de hoje consiste em uma caminhada de protesto pelo próprio loteamento. Mas se não houver nenhuma resposta do governo, os moradores prometem fazer mais manifestações ao longo do mês. “Acredito que até o fim do mês eles devem estar despejando a gente. Então vamos tentar ter uma resposta rápido”, explica Sandro.

Acordo

Em entrevista ao Portal Infonet por telefone essa manhã, o interventor Moacir Santana explicou que o Governo Estadual pediu ao juiz Edmilson Pimenta um prazo de 30 dias para o cumprimento da reintegração. “Nós faremos uma reunião com os pescadores para chegar a um acordo”, garantiu Moacir.

Chat

O interventor do município de Pirambu, Moacir Santana, irá participar de um chat no Portal Infonet, na próxima segunda-feira, dia 11 de fevereiro, às 16h. Ele responderá questões sobre os seis meses de intervenção da cidade. As perguntas já podem ser enviadas pelo e-mail jornalismo@infonet.com.br

Comentários