Investigado por estupros e roubos morre em confronto em São Cristóvão

0
Segundo a polícia, ele abordava as vítimas simulando pedir informações e praticava os crimes (Foto: SSP/SE)

Policiais civis do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) realizaram abordagem para cumprir o mandado de prisão de Stênio Carlos de Melo Santos, 36. A ação policial ocorreu no início da noite dessa quinta-feira, 1º, na rodovia João Bebe-Água, em São Cristóvão, em apoio às investigações que tramitam no Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV) do município.

De acordo com as informações policiais, o homem reagiu à abordagem atirando contra as equipes, iniciando-se o confronto, onde o investigado foi atingido. Apesar de ter sido imediatamente socorrido ao Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), não resistiu aos ferimentos, evoluindo a óbito logo após sua entrada.

Stênio estava sendo investigado por equipes do DAGV de São Cristóvão e do Cope, com apoio da Divisão de Inteligência (Dipol), por praticar diversos estupros e roubos na cidade de São Cristóvão.

Segundo o apurado, de posse de uma arma de fogo, ele se aproximava das vítimas com seu automóvel, simulando pedir informações, e, em seguida, as obrigava a entrar no carro e as conduzia para povoados próximos, consumando os abusos sexuais e subtraindo pertences das vítimas. Em alguns casos, por motivos diversos, como a resistência das vítimas, Stênio não conseguia consumar os abusos, realizando apenas a subtração de pertences.

A abordagem no final da tarde ocorreu justamente no horário que o suspeito tinha o hábito de praticar os delitos, pelo fato de mulheres que trabalham na região estarem voltando para casa naquele período, quando Stênio, apesar de morar no interior do Estado, circulava pela área de São Cristóvão, possivelmente à procura de novas vítimas.

Para o cometimento dos crimes, além da arma de fogo, Stênio utilizava um veículo de cor “roxa/uva”, sendo que possíveis outras vítimas que reconheçam o modus operandi de Stênio, podem procurar o DAGV de São Cristóvão para comunicar o caso por meio de boletim de ocorrência.

Fonte: SSP/SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais