Iran defende PT e rebate críticas de Vinícius Porto na Câmara

0

O vereador Iran Barbosa (PT) faz um balanço de seu trabalho durante o recesso parlamentar. Segundo ele, todo o período foi aproveitado para trabalho “porque entendemos o período de recesso não como férias, mas como um período de muito trabalho e de ações voltadas para o povo de Aracaju”, disse. No início dos trabalhos no legislativo municipal, hoje pela manhã, o vereador usou a tribuna da Câmara para relatar algumas das atividades em que esteve envolvido durante esse período.

Iran, que é presidente da Comissão de Educação e Direitos Humanos, disse ter trabalhado para organizar o seminário sobre Educação e Direitos Humanos, que acontece na próxima segunda-feira, dia 8. Ele também organizou e promoveu um seminário que discutiu a questão do Plano Diretor de Aracaju e de sua revisão.

 

O vereador petista aproveitou para pedir ao presidente da Câmara agilidade na tramitação de alguns projetos de sua autoria, como o que propõe a criação de uma comissão especial para dar início às discussões sobre a revisão do Plano Diretor da cidade. Um outro sugere o adiantamento do 13º salário para as servidoras públicas municipais gestantes e outro prevê a antecipação da gratuidade no transporte coletivo de Aracaju para idosos a partir dos 60 anos.

 

REBATEU – A volta ao plenário também foi marcada pelo embate entre Iran o líder da oposição na Câmara, Vinícius Porto, do PFL, que trouxe para a esfera do legislativo de Aracaju a crise política que estourou em Brasília. Porto teria perguntado qual a “estrela” que os petistas usarão na campanha de 2006, se a mesma de Delúbio Soares, Genoíno, Zé Dirceu e Sílvio Pereira.

 

“O partido não é de Delúbio, não é de Sílvio, nem de Zé Dirceu. Somos inúmeros os filiados ao partido no país inteiro. Portanto, queria dizer que não sei se a estrela que vou usar no peito nas próximas eleições será a mesma que Delúbio vai ou não usar. Mas a que eu vou usar é a estrela que sempre usei, porque cresci e me formei como cidadão vendo as bandeiras que o PT defendia e as quais continuarei levantando e defendendo”, rebateu Iran.

 

Outra declaração do professor foi a seguinte: “Engraçado é que o vereador Vinícius Porto se elegeu usando o emblema do PFL e não teve nenhum constrangimento quanto a isso, embora o seu partido tenha inúmeros nomes denunciados por corrupção, ou será que já se esqueceram do João Alves, não o governador, mas o dos “anões do orçamento?”, questionou Iran.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais