Irmã de Joaldo Barbosa comete suicídio

0

Maria de Fátima Barbosa, irmã do deputado Joaldo Barbosa – assassinado no início de 2003 – faleceu na madrugada de hoje após, segundo suspeitam os médicos, ter ingerido uma dose de Carbamato, o defensivo agrícola conhecido como “Chumbinho”. O fato aconteceu em uma casa na praia de Jatobá, no município de Barra dos Coqueiros, onde ela passava o fim de semana com amigos. Fátima já tinha tentado o suicídio em dezembro de 2003.

 

Segundo informações da médica Edla do Amaral, viúva de Joaldo Barbosa, a cunhada ainda foi levada com vida para o Hospital São Lucas, mas não resistiu. A causa da morte ainda deverá ser confirmada pelos médicos. O enterro da irmã do deputado será amanhã, às 9 horas, no cemitério de Boquim, município distante 82 Km de Aracaju.

 

Edla do Amaral também explicou que Fátima sofria de depressão. “Nós somos de opinião que o quadro de Fátima foi uma conseqüência do que aconteceu com Nêgo. Ela não aceitava o fato, nem nós, mas infelizmente ela não teve estrutura para superar. Para nós, as pessoas que tramaram a morte de Nêgo são também responsáveis pela morte de Fátima”, diz a viúva do deputado.

Comentários