ITPS orienta sobre uso e compra de ventiladores e ar-condicionado

Consumidores devem ficar atentos aos selos que garantem redução do consumo de energia elétrica (Foto: Ascom/ITPS)

O aumento da intensidade da onda de calor que afeta o Brasil fez a procura pelos ventiladores e aparelhos de ar-condicionado aumentar. De acordo com informações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a temperatura na capital sergipana atingirá a máxima de 33°C nos próximos dias, até o fim desta semana. Para auxiliar o consumidor que recorre a esses aparelhos, o Instituto Tecnológico e de Pesquisas do estado de Sergipe (ITPS), órgão delegado do  Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), orienta consumidores com dicas importantes que podem representar a redução do consumo de energia elétrica.

Para garantir a eficiência energética do aparelho e o consumo racional de energia, o Inmetro criou o Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE), que classifica os aparelhos de acordo com sua eficiência energética, auxiliando o consumidor a fazer uma compra mais consciente.

De acordo com o presidente do ITPS, Kaká Andrade, os produtos classificados com a letra A são os mais eficientes. Ainda segundo Kaká, o consumidor deve considerar informações das etiquetas do Inmetro nos eletrodomésticos. “Essas observações são muito importantes, porém mudanças sutis de hábito também podem evitar desperdícios e reduzir os gastos com energia elétrica”, alerta.

Ventiladores

Certificado pelo Inmetro, o ventilador é um dos aparelhos que devem conter obrigatoriamente o selo de conformidade do Inmetro e o Selo de Eficiência Energética.

– Observe a quantidade de vento que o ventilador é capaz de produzir. Na etiqueta do Inmetro, você é informado quanto à vazão do ventilador. Assim, se dois modelos consomem a mesma quantidade de energia, opte por aquele de maior vazão, porque certamente será capaz de ventilar mais que o outro;

– O índice de eficiência energética constante na etiqueta traz essa relação entre vazão (quantidade de vento) e energia consumida; assim, opte pelos produtos de maior eficiência;

– Seja qual for o modelo do ventilador, é importante fazer a limpeza e manutenção para facilitar a circulação do ar;

– Os parafusos devem estar sempre firmes, as hélices balanceadas e, no caso do modelo de teto, verifique se a lâmpada é a indicada pelo fabricante;

– Dimensione adequadamente o aparelho para o tamanho do ambiente e só deixe ligado enquanto você estiver no espaço.

Ar-condicionado

– Na dúvida entre dois modelos, compare o consumo de ambos e dê preferência ao que consome menos energia. Eventualmente, se esse produto for um pouco mais caro, pode ser que a diferença de preço se pague ao longo dos meses pela economia na conta de luz;

– Evite o abre e fecha de portas dos ambientes refrigerados;

– Feche as janelas e isole bem o ambiente para que o ar frio não escape;

– Cortina e toldos diminuem a incidência do calor do sol no ambiente, o que também contribui para o isolamento térmico do ambiente.

– Não acredite no mito de que ao configurar o aparelho de ar condicionado para 17ºC ele vai gelar o ambiente mais rapidamente. A velocidade de refrigeração será a mesma, com a diferença que o compressor do seu aparelho trabalhará mais até atingir a temperatura de 17ºC. O Inmetro recomenda manter a temperatura em 23ºC que, em geral, é o melhor trabalho do ar condicionado.

 

Fonte: Ascom/Governo de Sergipe

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais