IV Seminário de Recuperação Hidroambiental acontece na segunda, 11

0
O evento será aberto na próxima segunda-feira, dia 11, às 15h (Foto: Projeto Opará)

O Baixo São Francisco, sua diversidade florestal, condições hídricas e vivências socioambientais  serão temas discutidos durante o IV Seminário de Recuperação Hidroambiental, que será realizado pelo Projeto Opará: águas do rio São Francisco no período de 11 a 13 de novembro de 2019, na Didática VII, do Campus de São Cristóvão da Universidade Federal de Sergipe.

O seminário é gratuito, de natureza interdisciplinar e cunho científico e faz parte do encerramento do projeto Opará: águas do rio São Francisco, patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental e Governo Federal, com o objetivo de impulsionar e desenvolver junto às comunidades do baixo São Francisco, em Sergipe e Alagoas, ações ligadas à sustentabilidade do uso da água, considerando, especialmente, temas relativos à Gestão dos Recursos Hídricos, Restauração Florestal, Educação Ambiental e Segurança Hídrica.

O evento será aberto na próxima segunda-feira, dia 11, às 15h com a palestra Biomas da Caatinga e Amazônia: conheça as principais ameaças, com o pesquisador Humberto Alves Barbosa, professor da Universidade Federal de Alagoas e coordenador do Laboratório de Análise e Processamento de Imagens de Satélites (LAPIS). Em seguida, às 16h15, haverá o lançamento do livro Opará, com mais de 200 imagens do semiárido sergipano que recontam a trajetória socioambiental dos projetos Opará: águas do rio São Francisco durante a execução de atividades de reflorestamento, monitoramento hídrico, pesquisas e educação ambiental no sertão de Sergipe.

O livro, distribuído gratuitamente, é organizado pelo professor da UFS, Antenor Aguiar, o engenheiro florestal, Thadeu Insmerim e professora da UFS Anny Kelly Vasconcelos, respectivamente coordenador geral, coordenador de monitoramento de restauração vegetal e pesquisadora voluntária do Projeto Opará: águas do rio São Francisco.

Na manhã do dia 12, serão realizados os minicursos recuperação de solos afetados por sais, ferramentas para avaliação da qualidade da água, educação ambiental pelas águas do rio São Francisco, recuperação de nascentes e bioágua: tecnologia socioambiental para a agricultura familiar. No mesmo dia à tarde, haverá a mesa-redonda Futuro das Florestas, com discussões sobre Mata Atlântica e Caatinga.

Na manhã do dia 13, o evento será encerrado com a mesa-redonda Experiências das Comunidades do Baixo São Francisco, com a apresentação de experiências socioambientais realizadas em parceria entre o projeto Opará e famílias assentadas do Jacaré-Curituba, o Movimento dos Pequenos Agricultores e a Escola Escrava Anastácia, onde foram desenvolvidas atividades de educação ambiental do projeto. Também no último dia do evento, haverá o lançamento do vídeo institucional do projeto com resumo das ações desenvolvidas ao longo dos dois anos da sua execução.

O seminário integra a programação especial de encerramento do projeto Opará: águas do rio São Francisco, com a participação de ações socioambientais como o Projeto No Clima da Caatinga (Associação Caatinga/Ceará), Renascendo (Instituto Palmas/Alagoas) e Projeto Semeando Águas (São Paulo/Ipê).

O evento terá ainda a mostra fotográfica Água e Caatinga: Ações Socioambientais no Sertão, com imagens da equipe do Projeto Opará e fotos dos primeiros colocados no Concurso Fotográfico ​“Rio São Francisco: olhares, diversidades e cores no sertão”, realizado pelo projeto com o objetivo de incentivar novos olhares.

As inscrições para o seminário continuam abertas, são gratuitas e devem ser realizadas aqui.

Fonte: Projeto Opará: águas do rio São Francisco

 

Comentários