João Alves receberá título de cidadão baiano

0

O governador de Sergipe, João Alves Filho, vai receber o título de cidadão baiano. O anúncio foi feito pelo presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, deputado federal Jorge Khoury, durante a instalação do Núcleo Técnico-Jurídico de Apoio à Frente de Resistência à Transposição: Em Defesa do Rio São Francisco e do Semi-árido. O título seria o reconhecimento pela campanha contra a transposição do Rio São Francisco, empreendida por Alves.

 

“Na condição de gestor do menor Estado da Federação, ele (João Alves) nos faz lembrar o personagem bíblico Davi, que derrotou o gigante Golias com apenas uma pedra”, disse o parlamentar, continuando: “Em reconhecimento ao empenho e pioneirismo do governador João Alves Filho na luta contra a transposição do rio São Francisco, a Assembléia Legislativa da Bahia vai lhe conceder o título de cidadão baiano”.

 

O deputado solicitou o apoio do restante dos brasileiros para tentarem barrar a obra. Na sua avaliação, o projeto, como está proposto, não tem fundamento. Jorge ainda criticou uma afirmação que ele atribuiu ao atual ministro da Integração Nacional, Ciro Gomes. O parlamentar disse que Ciro teria chamado João Alves de ‘neoambiental’. “É uma afirmação curiosa, pois parte da mesma pessoa que consultou João Alves para a elaboração de um plano de desenvolvimento sustentável para o semi-árido, quando foi candidato a presidente”, recordou.

 

JOÃO ALVES – O governador de Sergipe é um dos oposicionistas mais ferrenhos ao projeto de transposição. Em seus discursos, ele costuma dizer que já visitou vários locais onde obras semelhantes teriam fracassado. Seu objetivo é que o Governo Federal volte atrás e coloque em prática outras soluções para a seca no sertão, como um plano de equacionamento hídrico para a região.

Alves ainda foi homenageado pelo governador de Minas Gerais Aécio Neves, que lhe escreveu uma carta reconhecendo o pioneirismo de João na luta em defesa do São Francisco. A carta foi entregue ao governador pelo secretário de Meio Ambiente de Minas Gerais, José Carlos Carvalho.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais