Jovem de 15 anos é assassinado na frente da namorada

0

Após reagir a assalto, jovem de 15 anos é assassinado (Foto: Portal Infonet)

Uma família destruída pela dor de uma morte precoce. “Eu quero justiça, porque tirar a vida de um inocente desse jeito, por causa de um celular e uma corrente, queremos justiça. Quero meu filho de volta”, relata a mãe Rosélia da Silva.

Edivânio Silva do Amaral, 15 anos, foi assassinado a tiros após ser assaltado na porta da residência da namorada. O crime ocorreu na noite desta terça-feira, 15, na rua B do bairro Santos Dumont, zona Norte de Aracaju. Segundo parentes da vítima, um carro branco com quatro homens parou na esquina da residência, sendo que dois homens desceram do veículo e anunciaram o assalto.

“A gente estava lá em pé namorando, aí chegaram dois meninos baixinhos em um carro branco que deixaram na esquina, e pediram o celular dele e ele entregou o celular e a corrente, depois pediram o meu celular e também entreguei. Depois disso, ele pediu para que o ladrão entregasse o celular. Foi nesse momento que o ladrão atirou nele”, conta a namorada de Edivânio, que não quis se identificar com medo.

Crime ocorreu na noite desta terça, 15, no Santos Dumont

A mãe do jovem morto, Rosélia da Silva

Emoção e tristeza mara velório do jovem

Em entrevista ao Portal Infonet, a garota que estava num relacionamento de um mês com o Edivânio, disse que foram momentos de terror. “Após atirarem eles fugiram, correram, e Edivânio ficou lá pedindo socorro, sentou na calçada aí foi se deitando e caindo no chão. Foi triste”, conta.

Na manhã desta terça-feira, 16, parentes e amigos deram o último adeus a mais um caso que entra para o mapa da violência crescente no país. O velório do rapaz ocorreu na residência de familiares localizada no bairro Santos Dumont, e foi marcado por emoção e tristeza.

 O corpo de Edivânio Silva deu entrada no Instituto Médico Legal de Aracaju (IML), às 23h35 desta terça-feira, 15. A polícia investiga o caso.

Por Leonardo Dias e Kátia Susanna

Comentários