Jovem é executado a tiros dentro da casa de parentes no Bugio

0
IML identificou o corpo e constatou perfurações decorrente de disparo de arma de fogo (Foto: Arquivo Portal Infonet)

O ajudante de pedreiro Lucas Conceição de Jesus, 24, foi morto a tiros dentro de uma residência, no Conjunto Bugio, em Aracaju. De acordo com os primeiros levantamentos realizados pela equipe do 8º Batalhão da Polícia Militar, homens armados chegaram à casa apresentando-se como policiais e dispararam os tiros contra a vítima.

O homicídio aconteceu na tarde da segunda-feira, 25, na rua F4. Lucas  tentou correr quando os homens chegaram, mas foi alcançado e atingido pelos disparos de arma de fogo. Os acusados fugiram e até o momento não foram localizados. O major Geovânio Feitosa, comandante do 8º Batalhão da Polícia Militar de Sergipe (BPM), não acredita que os assassinos sejam policiais. Há indícios, conforme o major, que o crime tenha sido cometido como uma espécie de “acerto de contas” decorrente de ações ilícita cometidas por ambas as partes.

Lucas Conceição já foi condenado à prisão por assalto e foi contemplado com a progressão da pena concedido pela justiça para cumprimento em regime aberto, com prazo previsto de extinção da sentença em 24 de março de 2027. Este é o segundo atentado que Lucas sofre.

Conforme informações preliminares transmitidas aos policiais que atenderam à ocorrência, Lucas ficou ferido e chegou a ficar hospitalizado. Há suspeita que as ocorrências tenham relação, fato que será investigado pela Polícia Civil.

por Cassia Santana

Comentários