Jovens agredidas procuram o MP

0

Djaniro Jonas recebe as jovens
As jovens Jaqueline Alves, 26 anos e Patrícia Santos de Pádua, que alegam ter sido agredidas por um policial militar no último domingo, 26, estiveram na manhã desta quinta-feira, 30, no Ministério Público Estadual (MP) para conversar com o promotor Deijaniro Jonas.

De acordo com Jaqueline, após relatar todo o ocorrido o promotor informou que seriam tomadas todas as providências cabíveis. “Ele disse que iria solicitar junto ao Ciosp [Centro Integrado de Operações de Segurança Pública] a gravação da nossa ligação no dia da ocorrência”, relatou Jaqueline.

Ainda de acordo com a jovem elas foram orientadas a aguardar os procedimentos. “O promotor nos disse que em posse das gravações nós seremos ouvidas novamente”, revela Jaqueline.

Após serem ouvidas as jovens revelaram que deverão entrar com uma ação contra o estado. “Vamos aguardar o desenrolar das coisas, mas a nossa intenção é entrar com uma ação contra o Estado pela omissão de socorro, já que os guardas que foram até o local não impediram as agressões. Queremos justiça”, desabafa a jovem.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais