Juiz determina que Energisa restabeleça iluminação em Graccho Cardoso

0
A Energisa suspendeu, nos últimos dias 21 e 23, o fornecimento de energia em Graccho Cardoso (Foto: Pixabay)

O juiz Icaro Tavares Cardoso determinou nesta segunda-feira, 24, que a Energisa restabeleça imediatamente a iluminação pública do município de Graccho Cardoso. A empresa suspendeu, nos últimos dias 21 e 23, o fornecimento de energia na cidade.

Na decisão, a Prefeitura de Graccho Cardoso alegou que desde maio de 2017, “vive um imbróglio” com a Energisa em virtude dos valores das faturas de energia elétrica, que teriam aumentado após um recadastramento da iluminação pública na região. Ainda segundo a prefeitura, a Energisa suspendeu o fornecimento em fevereiro de 2018, mas foi obrigada, por força de decisão judicial, restabeleceu a energia elétrica. A Prefeitura de Graccho também lamentou o corte, visto que uma reunião para realização de acordo entre as partes.

Além de determinar a religação, o juiz determinou que a Energisa abstenha-se de interromper o fornecimento de energia elétrica, em razão de inadimplemento, sem prévia notificação, devidamente comprovada, até que a situação de renegociação da dívida seja regularizada. A multa diária por descumprimento é de R$ 5 mil.

A Energisa explicou que as suspensões no fornecimento de energia na iluminação pública de Graccho Cardoso ocorreram por inadimplência nos pagamentos da fatura de energia elétrica. A empresa disse também que foi notificada da decisão judicial e que ainda na noite desta segunda-feira, 24, fará a religação da energia. A distribuidora de energia confirmou que no dia 26 haverá uma reunião com representantes do Município.

por Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais