Julgamento de atentado pode se estender até o sábado, 12

0
Os réus assistiram as reportagens (Foto: Portal Infonet)

O julgamento do atentado sofrido pelo desembargador Luiz Mendonça ocorrido em agosto de 2010 foi suspenso no início da noite desta quinta-feira, 10. Durante a tarde, os réus Alessandro de Souza Cavalcante (Billy) e o ex-policial Clodoaldo Rodrigues Bezerra tomaram ciência das provas documentais apresentadas, e assistiram atentamente as reportagens divulgadas na época do atentado.

De acordo com o promotor de justiça, Rogério Ferreira, a previsão é que o julgamento se estenda até a madrugada do sábado, 12. “Somente somando os tempos de interrogatório, votação e sala secreta, temos aí um total de aproximadamente 15 horas de trabalho. Considerando que várias paradas deverão ser feitas, é bem provável que o julgamento só deverá acabar no final da noite da sexta ou na madrugada do sábado”, diz.

Os réus serão ouvidos nesta sexta-feira, dia 11. Após os interrogatórios dos acusados, será iniciada a fase de debates.

Relembre o Caso

A tentativa de assassinato contra o desembargador Luiz Mendonça ocorreu na manhã do dia 18 de agosto de 2010. Ele havia saído do prédio onde mora com destino ao trabalho e quando passava pela avenida Beira Mar, foi surpreendido pela ação de quatro homens que dispararam mais de 30 tiros de pistola e escopeta. O desembargador sofreu apenas pequenos ferimentos por estilhaços de bala, mas o cabo da Polícia Militar (PM) Jailton Pereira, que trabalhava como motorista dele, ficou gravemente ferido.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários