Justiça decreta prisão preventiva de homem acusado de matar PM

(Foto: Freepik)

A Justiça de Sergipe decretou na tarde desta terça-feira, 8, a prisão preventiva de José Ilton Rodrigues de Souza Júnior, acusado de matar um policial militar da reserva no último domingo, 6, em Itaporanga D’Ajuda. A decisão se deu após audiência de custódia.

O suspeito se apresentou à Polícia na tarde desta segunda-feira, 7. Ele compareceu ao Cope acompanhado de um advogado, prestou depoimento e foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio qualificado contra o PM. O homem também responderá por homicídio tentado, já que também efetuou disparos contra o filho da vítima, que foi alvejado, mas conseguiu ser socorrido após o delito.

Durante a audiência de custódia, a defesa pediu a concessão da liberdade provisória com o monitoramento eletrônico. No entanto, o juiz entendeu que somente a aplicação das medidas cautelares seriam insuficientes e inadequadas para preservar a instrução criminal, bem como para a garantia da ordem pública, tornando-se necessária a decretação da prisão preventiva.

A advogada Agtta Vasconcelos, que faz a defesa do suspeito, destacou que as investigações estão em curso e informou que apresentará posicionamento após a conclusão.

Crime

As informações iniciais apontam que o PM teria parado para ajudar um veículo com defeito no acostamento de uma rodovia em Itaporanga D’Ajuda. Neste momento, o condutor desse automóvel efetuou quatro disparos de pistola 9mm na região do tórax do militar, provocando o óbito. Além dos disparos contra o PM, o homem também atirou contra o filho do policial, que correu para a vegetação e foi atendido posteriormente pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Por Verlane Estácio

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais