Justiça determina que padaria cesse poluição atmosférica

0

Em função de ação civil pública ajuizada pela Promotoria de Justiça do Meio Ambiente de Aracaju, a Justiça Estadual, através do Juiz de Direito Paulo Roberto, determinou que a Padaria Cunha, localizada no Ponto Novo, cesse a poluição atmosférica causada pela queima de combustíveis inadequados e passe a utilizar somente energia elétrica, conforme compromisso de ajustamento de conduta assumido junto ao Ministério Público.

Segundo o promotor de Justiça responsável pelo ajuizamento da ação, Sandro Luiz da Costa, o referido empreendimento estava abusando do ambiente e prejudicando não somente este, mas também a saúde da vizinhança, conforme laudos apresentados pela Adema e,em razão disto, seu proprietário havia assumido o compromisso de ajustar sua conduta, passando a utilizar somente energia elétrica, o que não cumpriu. Caso o mesmo persista em sua conduta, desobedencedo a ordem judicial, foi requerido, na referida ação, o fechamento do estabelecimento.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais