Laert Nascimento Araújo

0

Breve Histórico

“Laert Nascimento Araújo é advogado da Caixa Econômica Federal e sócio do escritório Santana, Araújo e Costa – Soluções Jurídicas Aplicadas. Diplomado em direito pela UFS em 1991, tem 41 anos de idade e é casado há 15 com Adriana de Castro Britto, também formada em direito. De estilo discreto e temperamento afável, tem técnica refinada e atuação cuidadosa na defesa dos interesses da CEF e dos seus clientes.”

Motivos para concorrer à vaga

“Inicialmente, esclareço que não me sinto atraído pelo cargo em si mesmo, pelas honrarias de sua face externa, nem pelo poder que ele inspira. Nada disso me move; sou uma pessoa satisfeita com a profissão até agora (tirante o alto nível de estresse). Não quero ser desembargador em busca de prestígio pessoal; não tenho sonhos de grandeza. Quero ser desembargador porque me considero um bom técnico e o cargo de juiz é o único que permite ao operador do direito distribuir a justiça concreta e dar efetividade ao ideal de pacificação social e porque penso ter a sensatez, o equilíbrio e a razoabilidade a tanto necessários; qualidades indispensáveis a um bom juiz. Ninguém espere de mim empáfia, pedantismo, ar de superioridade, uso abusivo de poder, futilidades. Tenho uma personalidade bem formada, sem vaidades, e me relaciono sempre leal e respeitosamente. Acho que estas minhas características pessoais são compatíveis com a dignidade do cargo”.


Perspectivas e projetos caso seja eleito

“Se conseguir passar por todas as fases e, finalmente, ser empossado como desembargador, minhas perspectivas são de poder desempenhar as funções atendendo aos anseios dos jurisdicionados, distribuindo justiça com equilíbrio, honestidade, rigor técnico e com a celeridade máxima possível. Para tentar dar aplicabilidade a estes conceitos é necessário trabalhar infatigavelmente. Apoiarei os pleitos institucionais dos Advogados, encaminhados pela OAB (afinal, a vaga em disputa é da categoria) e, para dar transparência ao trabalho e permitir o aprimoramento constante da jurisdição e eventual correção de rumo na atuação, penso em me submeter a periódicas avaliações dos advogados, através da Ordem”.

 

Retorne para a Matéria

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais