Laudo deve apontar causas de incêndio em prédio no Centro

0

Laudo deve apontar as causas do incêncio no depósito (Fotos: Portal Infonet)
O Corpo de Bombeiros aguarda a conclusão do laudo pericial que deve ficar pronto em cerca de 25 dias para determinar a causa do incêndio no depósito de uma loja de produtos importados, localizada na Avenida Carlos Bulamarque com Praça Godofredo Diniz nos fundos do prédio do INSS no Centro de Aracaju. Apesar de o prédio permanecer interditado um restaurante que funciona ao lado recebe centenas de pessoas todos os dias.

De acordo com o Tenente Coronel Reginaldo Dória do Corpo de Bombeiros é precipitado afirmar qualquer detalhe sobre o incêndio. “Está sendo feita uma perícia in loco para determinar a causa do incêndio e essa perícia está sendo feita nos mínimos detalhes para gente precisar onde iniciou o fogo, qual a carga do combustível, e quais as ausências de prevenção de combate ao incêndio”, aponta.

O Coronel Dórea disse que os Bombeiros devem aguardar laudo para determinar causa do incêndio
O oficial dos Bombeiros contou que o laudo deve ficar pronto até o final de agosto. “Dentro de 25 a 30 dias teremos uma posição a respeito, mas esses dados preliminares são muito importantes para a confecção deste álbum, porém não posso revelar nada ainda porque não sou um perito”, informou.

A respeito da ocorrência desta segunda-feira, 26, sobre o desabamento de uma marquise no calçadão da Rua João Pessoa que deixou uma pessoa morta, o Tenente disse que a competência de fiscalizar é de três órgãos que não o Corpo de Bombeiros. “É bom deixar claro que quem deve fiscalizar possíveis estruturas com problemas como essa de hoje é o CREA, Defesa Civil e Emurb. Os Bombeiros atuam caso haja algum acidente como nesse caso, mas em questão de prevenção somente no combate a incêndio”, diz.

Por Bruno Antunes

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais