Lixão: MP e prefeitura de Socorro se reunirão na sexta

0
Sandro Costa: audiência para amparar catadores (Foto: Arquivo Portal Infonet)

A assistência aos catadores de reciclagem a partir da desativação do lixão do município de Nossa Senhora do Socorro voltará a ser debatida na próxima sexta-feira, 26, em audiência pública promovida pelo Ministério Público Estadual naquele município. A audiência será conduzida pelo promotor Sandro Costa, da Curadoria do Meio Ambiente e Urbanismo de Socorro.

Segundo o promotor, a prefeitura de Nossa Senhora do Socorro tem prazo de até sexta-feira para apresentar uma alternativa para amparar os catadores de reciclagem até que a cooperativa entre em funcionamento. A cooperativa já foi criada, mas depende de um local apropriado para funcionar.

Conforme explicações do promotor, a prefeitura já encontrou um terreno para realizar a construção da sede cooperativa e equipá-la. Os recursos já estão assegurados através de parcerias com a iniciativa privada e também destinando verbas oriundas de multas aplicadas por crimes ambientais para aquela entidade.

A previsão da prefeitura é concluir a obra nos próximos cinco meses, segundo cálculos do secretário municipal do Meio Ambiente, Washley Ramos. Neste período, no entanto, a prefeitura deve apontar alternativa que garanta a sobrevivência social e econômica daquela comunidade. O secretário garante que até a próxima semana a questão seja solucionada.

A alternativa, segundo o secretário, é encontrar um galpão disponível para aluguel no município para que os catadores de reciclagem utilizem o espaço para trabalhar. “Nossa equipe está em campo procurando o galpão. Mas, se não encontrarmos a área, os catadores não ficarão desamparados”, garante o secretário.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais