Mãe denuncia policiais por assédio a adolescente

0
Crime teria sido praticado durante operação da PM em Socorro (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Policiais militares estão sendo denunciados por invadir uma residência e praticar assédio sexual contra uma adolescente de 14 anos. O caso foi registrado em Boletim de Ocorrência na Delegacia de Atendimentos a Grupos Vulneráveis (DAGV) e será também investigado pela Polícia Militar através de Inquérito Policial Militar (IPM). O assédio, conforme as informações que chegaram à PM, teria sido praticado durante uma operação policial ocorrida na quarta-feira da semana passada, dia 11, em Nossa Senhora do Socorro.

A mãe da adolescente prestou boletim de ocorrência na Delegacia de Grupos Vulneráveis (DAGV) de Nossa Senhora do Socorro, informando que quatro policiais fardados teriam invadido a casa e determinado que a adolescente ficasse nua na frente deles. Nesta quarta-feira, 17, o caso chegou ao conhecimento do Comando Geral da Polícia Militar, que já determinou a instauração de IPM, segundo o coronel Paulo César Paiva, chefe da PM5, o setor responsável pela comunicação social do Comando Geral da PM de Sergipe.

O coronel Paiva confirmou a realização de uma Operação da Polícia Militar, na quarta-feira, na região indicada pela mãe da adolescente, mas nega que, na operação, os policiais tenham invadido alguma residência. De acordo com o coronel Paiva, a Operação Policial ocorreu com bloqueios de pista, tendo como objetivo localizar um homem apontado como responsável pela prática de crimes na região.

A Operação Policial, conforme o coronel, foi acompanhada por um oficial e culminou com a apreensão de uma motocicleta suspeita e também uma certa quantidade de droga. “Foi realizado bloqueio para localizar um marginal que vem praticando crime naquela área, que é muito conhecida pelo tráfico de drogas”, destaca o coronel. “Os fatos [narrados pela família] são tão absurdos que parecem inverossímeis, mas a Polícia Militar vai apurar os fatos e responsabilizar aquele que cometeu algum delito, seja policial ou a pessoa que estiver fazendo denúncia inverídica”, enfatizou o coronel.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais